botão

15 de dezembro de 2011

Um conto de Natal

Mais uma vez natal. Mais uma vez lembranças.

Lembro-me vagamente dos natais em família que tínhamos quando criança. A situação econômica não nos permitia grandes extravagâncias, então natal se resumia a frango assado, maionese e suco de maracujá. Um verdadeiro banquete.

Na TV de madeira os maravilhosos brinquedos do Gugu e as maquininhas de ‘faça você mesmo’ da Eliana que enchiam os meus olhos e dos meu irmãos. Ganhavamos brinquedos da empresa do meu pai, o que nos deixava extasiados pois era o único brinquedo que teríamos durante um ano.

Lembro de um dia ter ido ao banco com meu pai sacar dinheiro. Na época, meu pai era ajudante de faxina. Quando chegamos ao caixa eletrônico ele começou a despejar dinheiro sem parar.

Na minha mente de criança: ‘Um milagre!’

Neste momento meu pai recolheu o dinheiro do caixa, levou-o até o gerente e explicou o ocorrido justificando-se ‘Saiu a mais! Não tem tudo isso na minha conta!’.

O gerente o agradeceu inúmeras vezes. Saímos e fomos comprar o frango da ceia.

Sabe, naquele natal meu pai não me deu um brinquedo que quebrasse ou algo em que eu colocasse pilhas e brilhasse sem parar.

O que ele me deu foi muito maior do que qualquer coisa que eu pudesse comprar. Algo que não poderá ser quebrado e nem arrancado de mim.

Ele me ensinou a ser honesto.

15 comentários:

Juliana Andrea disse...

Ow....pela árvore se conhece os frutos......né Spike...Deus continue abençoando sua familia..........é isso mesmo.......esse presente vai perdurar por toda sua vida...!!!!

Nica disse...

;_;

Que lindo, Josimar! To comovida pra caramba! Bom saber que ainda tem gente como você e seu pai!

gutierres disse...

Muito bom, Josimar!
Hoje vejo valores que meu pai me ensinou e agradeço muito por te-lo tido com pai. Agradeça seu velho, essas pessoas estão em falta :0)

isa77 disse...

Que lindo! Belo exemplo mesmo!

Tainã disse...

Josi, lindo texto e maravilhosa mensagem. Realmente é muito bom saber que existem pessoas assim!
Um ótimo Natal e que vc consiga passar essa msg para muitos!!parabéns!

Paula disse...

Já disse pessoalmente quando li, mas vai aqui também.
Me emocionei com a história e admiro você por isso.
Como disse o Guit, esses valores estão mesmo em falta e é ótimo saber que ainda temos isso por perto.
Espero que a Soap nos dê achance de conhecer mais das suas histórias.

André disse...

parabens mano! conselho de pai é foda demais, as vezes a gte só entende depois... mas aprende! q dinheiro vai embora num segundo, o caráter fica!

Lyn disse...

De fato, as melhores coisas da vida são aquelas que o dinheiro não pode comprar. Felicidades à você e sua família!

Renata disse...

Muito lindo Josimar. Honestidade hoje é bem raro, falar que é honesto é fácil, mas ter atitude e não se aproveitar de uma situação é que mostra a essência da honestidade...que essa lição fique para gerações e gerações...

Mari Nakamura disse...

Honestidade não tem preço. Sua consciência ajuda a construir um mundo justo no futuro...Parabéns ao seu pai por lhe dar tão importante ensinamento e você por compartilhar com todos. Resta agora esperar que além de ler e parabenizar as pessoas também sigam de fato o exemplo.
Meu pai me deu este mesmo presente, guarde-o muito bem e não se esqueça de dividi-lo ao máximo com quem puder quem sabe o mundo volta a funcionar direito? Sendo assim, acredite, terá tudo que merece e merecerá tudo o que tem! Parabéns e Feliz Natal

Nara disse...

Quem se depara com um texto desse percebe a sinceridade e o VERDADEIRO aprendizado que será levado pela vida INTEIRA! Não é a toa esses vários comentários, a sinceridade e a exposição das palavras é um dom para poucos - sinta-se incluído no grupo de capacitados e muito bem capacitado para essa ação -, texto magnifico, coerente é um caso que deveria acontecer no cotidiano, porém ficou para os puros de coração assim como seu pai foi e vc aprendeu a ser com ele!
Parabéns aos dois!
Parabéns pelo exemplo!
Parabéns pelo texto!

Abraço!
Nara

Gabriela Contreras disse...

Josi, esse é um dos tipos de presentes mais belos da vida, dados pelos presentes mais belos que a vida pôde nos dar: nossos pais. Agradeço de ter a mesma sorte que você e poder dizer que mais do que brinquedos, eles me ensinaram tudo o que sou, e fizeram isso sempre com pequenos gestos, assim como o do seu pai.

Lindo texto e bom ver que você captou o mais importante, o sentido por trás de tudo aquilo.

Feliz natal pra você e pra ele!

Ju Demiciano disse...

Josi, adorei...primeira vez que entrei no seu blog e já fiquei emocionada...te adoroooo

Jéhssye disse...

Lindo e emocionante o texto.
Pois é você não só aprendeu como colocou em prática. Não são só palavras, quem te conhece sabe que você prova essa honestidade muito bem. Não só a honestidade, mas a simplicidade, o companheirismo e outras qualidades rara de se ver. Que Deus continue te abençoando irmão. Beijos.

Kah... Por meus olhos!!! disse...

Menino mais lindo... (mentira, vc sabe q não é né?)
Vc me causa orgulho Josimar, sempre aprendo com vc, sejam em momentos de tormenta ou de bonança. É lindo ver Jesus através de vc. Texto lindo... Vou fazer campanha... Quero um livro do Josimar. Te amo!! Bjs...